É um espaço vedado, de grandes dimensões que se destina à deposição final dos resíduos provenientes da recolha indiferenciada.
É toda a substância que pode, ser decomposta, no próprio ambiente, em elementos mais simples por ação de microrganismos existentes na natureza.
Gás produzido pela decomposição dos resíduos orgânicos. Este gás é principalmente composto por metano, gás combustível e que contribui de forma significativa para o nefasto efeito de estufa.
É constituído por 3 contentores individuais, de cores distintas, que se destinam a receber diferentes tipos de resíduos.
É um parque amplo, vedado, equipado com contentores que se destinam à recolha de resíduos de grandes dimensões ou de resíduos que apresentem alguma perigosidade.
Todos e quaisquer objetos feitos de materiais de qualquer natureza utilizados para conter, proteger, transportar, manusear, entregar e informar sobre a mercadoria, quer sejam matérias-primas, quer produtos transformados, desde o produtor ao utilizador ou consumidor, incluindo todos os artigos “descartáveis” utilizados para os mesmos fins.
É o local para onde são transportados os resíduos de embalagem depois de recolhidos nos ecopontos e nos ecocentros onde foram depositados, e onde são preparados para serem encaminhados para reciclagem.
Local onde as águas lixiviadas são tratadas.
Água produzida no aterro sanitário como resultado da decomposição dos resíduos orgânicos dos RSU.
Polietileno de Alta Densidade – Um tipo de plástico duro e opaco usado para fazer objetos, como embalagens de detergente.
Politereftalato de Etileno. Uma resina plástica utilizada para fazer embalagens. (ex.: garrafas de água e de refrigerantes).
Ploricloreto de Vinilo – Um tipo de plástico utilizado para produzir, por exemplo, embalagens de líquidos.
Significa utilizar resíduos como matérias-primas para a produção de novos materiais.
Diminuição da quantidade de resíduos produzidos.
Qualquer substância, material ou produto, que depois de manipulada ou utilizada é considerada inútil e sem valor para quem o possui e que, por isso se deita fora.
A reintrodução, sem alterações significativas, de substâncias, objetos ou produtos nos circuitos de produção ou de consumo de forma a evitar a produção de resíduos.
O ato de separação de resíduos mediante processos manuais ou mecânicos, sem alteração das suas características, com vista à sua valorização ou a outras operações de gestão.
Tratamento aeróbio (compostagem) ou anaeróbio (biometanização) através de micro-organismos e em condições controladas da fração biodegradável dos resíduos com produção de materiais orgânicos estabilizados (composto).