Instituições sociais que mais reciclaram em 2021, são premiadas pela Suldouro 17 de maio, 2022

Instituições sociais que mais reciclaram em 2021, são premiadas pela Suldouro

Mais de 500.000€ em apoios sociais, entregues por todo o país

 

Foram 214 as instituições sociais que participaram na campanha Toneladas de Ajuda em 2021 – a campanha dirigida às instituições sociais e disponível em cerca de 60% do território nacional. Foram mais de 74 mil pessoas que, apesar da pandemia, implementaram boas práticas de redução e reutilização de resíduos e reciclaram 3.779 toneladas de embalagens, superando significativamente os valores de 2020.

 

Todas estas instituições encaminharam para reciclar 2.852 toneladas de papel e cartão, 859 toneladas de plástico, metal e pacotes de bebida e 68 toneladas de vidro. O material separado pelas instituições foi encaminhado para reciclar e cada entidade recebe o seu prémio em função da quantidade de embalagens separada para reciclar, que este ano atingiu um recorde de 506.158 euros.

 

TOP+ | Campeões Regionais

Ao nível da área de abrangência da Suldouro, as instituições vencedoras foram a MACUR, em primeiro lugar com 23 toneladas, seguida da Associação Escolas Torne e Prado (16 toneladas) e da Fundação Claret (7 toneladas).

 

 

Campanha Toneladas de Ajuda

A campanha de responsabilidade social Toneladas de Ajuda consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis que as instituições sociais inscritas queiram entregar, nomeadamente embalagens plásticas, metálicas, papel, cartão e embalagens de vidro, em troca de uma contrapartida financeira.

Mais informações sobre esta iniciativa neste link: www.egf.pt/pt/sustentabilidade/educacao-ambiental/toneladas-de-ajuda/

Instituições sociais que mais reciclaram em 2021, são premiadas pela Suldouro 17 de maio, 2022

Instituições sociais que mais reciclaram em 2021, são premiadas pela Suldouro

Mais de 500.000€ em apoios sociais, entregues por todo o país

 

Foram 214 as instituições sociais que participaram na campanha Toneladas de Ajuda em 2021 – a campanha dirigida às instituições sociais e disponível em cerca de 60% do território nacional. Foram mais de 74 mil pessoas que, apesar da pandemia, implementaram boas práticas de redução e reutilização de resíduos e reciclaram 3.779 toneladas de embalagens, superando significativamente os valores de 2020.

 

Todas estas instituições encaminharam para reciclar 2.852 toneladas de papel e cartão, 859 toneladas de plástico, metal e pacotes de bebida e 68 toneladas de vidro. O material separado pelas instituições foi encaminhado para reciclar e cada entidade recebe o seu prémio em função da quantidade de embalagens separada para reciclar, que este ano atingiu um recorde de 506.158 euros.

 

TOP+ | Campeões Regionais

Ao nível da área de abrangência da Suldouro, as instituições vencedoras foram a MACUR, em primeiro lugar com 23 toneladas, seguida da Associação Escolas Torne e Prado (16 toneladas) e da Fundação Claret (7 toneladas).

 

 

Campanha Toneladas de Ajuda

A campanha de responsabilidade social Toneladas de Ajuda consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis que as instituições sociais inscritas queiram entregar, nomeadamente embalagens plásticas, metálicas, papel, cartão e embalagens de vidro, em troca de uma contrapartida financeira.

Mais informações sobre esta iniciativa neste link: www.egf.pt/pt/sustentabilidade/educacao-ambiental/toneladas-de-ajuda/

Suldouro premeia escolas que mais reciclaram em 2021 17 de maio, 2022

Suldouro premeia escolas que mais reciclaram em 2021

O Grupo EGF divulga resultados de reciclagem nas escolas, participaram 884 escolas de Norte a Sul do país

 

Foram 884 os estabelecimentos de ensino que participaram no Programa Ecovalor em 2021 – o programa de educação ambiental dedicado em exclusivo à comunidade escolar e disponível em cerca de 60% do território nacional. Foram cerca de 274.460 alunos, professores e auxiliares que, apesar da pandemia, implementaram boas práticas de redução e reutilização de resíduos e reciclaram 2.458 toneladas de embalagens.

 

Todas estas escolas encaminharam para reciclar 1.684 toneladas de papel e cartão, 609 toneladas de plástico, metal e pacotes de bebida e 255 toneladas de vidro. O material separado pelos alunos foi encaminhado para reciclar e cada escola recebe o seu prémio em função da quantidade reciclada, num total de 122.896 euros.

 

TOP+ | Campeões Regionais

Na zona de abrangência da Suldouro, há a destacar a Escola do Monte, em primeiro lugar com 26  toneladas, seguida do Agrupamento Escolas Coelho e Castro (17 toneladas) e da Escola Secundária Santa Maria da Feira (14 toneladas). Estas foram as escolas vencedoras da 19.ª edição do programa, que já se encontra em preparação para o ano letivo de 2022-2023.

 

Programa Ecovalor

O Programa Ecovalor tem como objetivo promover boas práticas ambientais em estabelecimentos de ensino, premiando aquelas que apresentam melhor desempenho na reciclagem das suas embalagens usadas. Para além das ações de sensibilização (também disponíveis online), este programa assegura a recolha seletiva, entrega sacos e suportes e inclui o concurso Separa e Ganha – por cada saco de embalagens destinadas ao ecoponto amarelo, a escola receberá 0,50€. Os valores associados à reciclagem de papel/cartão e vidro é específica de algumas regiões, que já deram o passo na reciclagem de mais materiais.

Mais informações sobre esta iniciativa neste link: www.egf.pt/pt/sustentabilidade/educacao-ambiental/programa-ecovalor/

 

Suldouro mais próxima dos cidadãos 24 DE MARÇO DE 2022

A Suldouro iniciou hoje um novo serviço de contacto e apoio aos cidadãos da sua região – a Linha da Reciclagem, um serviço de atendimento PÚBLICO, GRATUITO e NACIONAL que foi criado para dar respostas eficazes ao cidadão, nomeadamente para responder a dúvidas, pedidos de informação, sugestões, reclamações, elogios e pedidos de serviço relacionados com a recolha e tratamento de resíduos urbanos.

 

Este novo serviço do Grupo EGF, do qual a Suldouro faz parte, dá resposta a 2 municípios e tem disponíveis os seguintes contactos:

 

 

 

CONTACTOS LINHA DA RECICLAGEM

Telefone Gratuito: 800 911 400

Website: www.linhadareciclagem.pt

Email: atendimento@linhadareciclagem.pt

 

A linha de atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 20h00, e do outro lado da linha encontrará operadores experientes que o vão ajudar com todas as dúvidas e questões para as quais precise de ajuda e que estejam relacionados com os resíduos e recursos que gerimos todos os dias. Também poderá utilizar o novo website com informações úteis e de contacto mais fácil e direto, que permitem resolver com eficácia as suas questões.

 

Para mais informações sobre esta iniciativa, consulte o website www.linhadareciclagem.pt

Reciclagem cresceu 8% 07 DE FEVEREIRO DE 2022

A Suldouro, empresa responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos urbanos dos Municípios de Santa Maria da Feira e de Vila Nova de Gaia, aumentou a recolha seletiva trifluxo 8% face ao ano de 2020. Registou-se um aumento em todos os materiais recicláveis recolhidos (papel/cartão, 7%; plástico/metal 9% e vidro 8%).  A recolha seletiva porta a porta doméstica teve um papel preponderante nesta evolução, representando já cerca de 37% na recolha seletiva total do trifluxo.

 

Este aumento deveu-se ao investimento que a Suldouro fez na recolha seletiva de resíduos de embalagem, nestes últimos anos, nomeadamente em viaturas, contentores para a recolha seletiva porta a porta e ações de comunicação e sensibilização ambiental, os quais permitiram aumentar esta recolha em mais de 78% desde 2016.

 

Este investimento está integrado numa candidatura financiada pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR) e, concretiza uma opção estratégica gizada no PAPERSU em resposta aos desafios introduzidos pelo PERSU 2020 no que respeita ao incremento da reciclagem multimaterial, contribuindo desta forma na melhoria do serviço prestado aos dois municípios.

 

Os anos de 2020 e de 2021 foram bastante atípicos dada a situação pandémica que todos vivemos, ainda assim a Suldouro assegurou a continuidade da sua atividade de recolha e tratamento de resíduos. Assim, agradecemos o contributo de toda a população para a obtenção dos resultados alcançados, bem como, dos nossos trabalhadores e garantimos o nosso empenho para em conjunto alcançarmos as ambiciosas metas da reciclagem.

Suldouro Inaugura Central de Triagem 26 DE NOVEMBRO DE 2021

A Suldouro, concessionária da EGF, inaugurou hoje em Sermonde - município de Vila Nova de Gaia, a nova central de triagem de materiais, cofinanciada em 85% pela União Europeia através do POSEUR (Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), e que implicou um investimento no valor de 2,7 Milhões de Euros.
 
Este valor dá seguimento ao ciclo de investimentos dos últimos 6 anos no valor de 20M€, sendo que 4,6M€ foram investidos na recolha seletiva porta-a-porta, que abrange um potencial de 40.000 habitações e que permitiu aumentar esta recolha seletiva em mais de 60% neste período.
 
A nova central de triagem permite separar 4,5 toneladas por hora de embalagens para reciclar e garante, nesta fase, o trabalho direto a 39 trabalhadores.
 
A propósito desta iniciativa, Miguel Lisboa, Presidente do Conselho de Administração da empresa, refere que “estes investimentos permitem-nos afirmar que a Suldouro está empenhada no cumprimento das metas exigentes do país e que o novo ciclo de investimentos 2022-2024 permitirá dar continuidade aos objetivos ambiciosos definidos para a gestão de resíduos e de recursos”.
 
O evento contou com a presença do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes; da Secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa; do Presidente do Conselho de Administração da EGF, Emídio Pinheiro; do Presidente do Conselho de Administração da Suldouro, Miguel Lisboa; e dos Presidentes das Câmaras Municipais de Santa Maria da Feira e de Vila Nova de Gaia, Emídio Sousa e Eduardo Rodrigues, respetivamente.

Programa Ecovalor Está de Volta 4 DE OUTUBRO 2021

A SULDOURO, CONVIDA TODAS AS ESCOLAS A PARTICIPAR NO PROGRAMA ECOVALOR 2021-2022.

 

Programa Ecovalor é dedicado a todos os estabelecimentos de ensino, no qual as escolas são premiadas pelo seu bom desempenho ambiental, em função das quantidades recolhidas de resíduos de embalagem.


Este programa integra a oferta de educação ambiental da Suldouro, que inclui visitas às instalações e, ações de sensibilização nos estabelecimentos de ensino sobre a valorização e tratamento dos resíduos:
Deverão consultar o Regulamento, e preencher o Formulário de Inscrição.

Para participar clique aqui

Grupo EGF premiado pela APCE 17 DEZEMBRO 2020

O Grupo EGF sagrou-se vencedor do Grande Prémio APCE 2020: Edição COVID-19, ex aequo com os CTT, na categoria “Campanha Integrada – Serviços (Setor Terciário)” com a campanha #PREVENIRCOVID19.

 

A campanha, lançada em Março deste ano, sensibilizou a população a ficar em casa com o objetivo de prevenir a propagação da pandemia por COVID-19, com mensagens e ilustrações simples que evidenciaram as regras mais importantes a ter em conta quando cuidamos dos nossos resíduos em plena fase de pandemia e com uma persistência que alcançou milhares de pessoas em todo o país.

 

 

Esta campanha já ganhou este ano o 2.º prémio de comunicação da ISWA – International Solid Waste Association e obteve uma menção honrosa na mesma categoria nos prémios da APEE – Associação Portuguesa de Ética Empresarial.


Com o mote “nós estamos a trabalhar por si, fique em casa por nós”, a campanha mostrou trabalhadores das concessionárias da EGF que todos os dias trabalharam incansavelmente para garantir um serviço que não pode parar – a recolha, tratamento e gestão de resíduos.


A campanha contou com a colaboração de toda a equipa de Comunicação da EGF, trabalhadores da EGF, da agência Wiz Interactive, Deslink e World IT. Parabéns a todos os envolvidos e à população que continua a reciclar tudo, sempre e em todo lado!

 

Conheça a campanha pioneira em: https://www.egf.pt/pt/media/covid-19/ ou em todas as redes sociais da EGF procurando pela hashtag #PREVENIRCOVID19. Veja abaixo o momento da vitória do Grupo (15:04 min) e todas as campanhas vencedoras dos prémios de comunicação.

 

Campanha Nacional está ON! 07 outubro 2020

As concessionárias EGF, grupo líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, lançam, esta quarta-feira, a maior campanha de sensibilização ambiental alguma vez desenvolvida em Portugal com fundos europeus. Investimento de mais de um milhão de euros, o movimento  O Futuro do Planeta não é Reciclável , apela à prevenção, reutilização e reciclagem de resíduos urbanos. O filme publicitário conta com a realização de Rúben Alves, autor do aclamado filme “A Gaiola Dourada”. 

 

O objetivo desta campanha é de levar o cidadão à ação e fazer parte de um movimento coletivo, através da adoção de desempenho adequado na sua gestão de gestão e ao assumir seu papel de  gestor de recursos , numa cadeia de valor da qual fazem parte do EGF e as suas concessionárias.    

 

 “Esta é uma campanha muito importante para o grupo EGF.  Contámos com o envolvimento de todas as concessionárias, colaboradores e parceiros, para criarmos, em conjunto, um movimento ambiental coletivo que vai fazer a diferença ” , sublinhou Emídio Pinheiro, Presidente do Conselho de Administração da EGF. 

 

 Esta campanha integra a candidatura Comunicação Ambiental Estratégica, apresentada pelas concessionárias EGF e aprovada pelo POSEUR para o período 2016-2020 com um cofinanciamento de 85%.  Para a sua concretização foi realizada um concurso público com publicidade internacional, tendo sido concretizada a adjudicação pelo valor de 1.061.732 €.

 

 A apresentação da campanha será feita, hoje de manhã, no teatro Thalia, em Lisboa, numa cerimónia pública que conta com a participação da Secretária de Estado do Ambiente e da Ação Climática, Inês dos Santos Costa.

 

 UMA CAMPANHA QUE PRETENDE PROVOCAR CONSCIÊNCIAS

 

O filme publicitário, da autoria do realizador Rúben Alves, que realizou o filme “Gaiola Dourada”, é muito cinematográfico e tem como objetivo provocar consciências e levar à mudança necessária de uso. Este spot mostra o que acontece aos resíduos depois de separados nos ecopontos e dá rosto e voz aos trabalhadores trabalhadores deste setor de atividade. Além disso, é ainda realçado o papel dos municípios e associações, que são promover a promover esta campanha nas suas regiões. 

Para visualizar   o filme,  clique .

 

 Também a atriz Ana Varela, o humorista, António Raminhos, o cantor Toy e artista urbano Xico Gaivota vão ajudar a dar voz a movimento, através de várias ações nas redes sociais e na criação de uma instalação para celebrar o movimento. Serão também promovidos eventos e participações regionais, bem como ações de educação ambiental no terreno, como o Programa Ecovalor e o Recycle Bingo.

 

 A campanha publicitária multimeios, cuja criatividade esteve a cargo da Tux & Gill, vai estar presente em vários suportes nacionais e regionais - imprensa, rádio, outdoors e televisão-, destacando-se como ações integradas nos programas The Voice Portugal, Big Brother e Manhãs da Rádio Comercial.

 

 Destacam-se ainda os cuidados especiais de inclusão e diversidade nesta campanha, entre os quais, a legendagem dos filmes, a implementação de regras na ordenação dos conteúdos (azul, verde e amarelo) para invisuais ea criação de uma tatuagem com aplicação dos símbolos ColorADD )

Golfinho by Xico Gaivota 21 OUTUBRO 2020

O artista plástico Xico Gaivota juntou-se ao movimento “O Futuro do Planeta não é Reciclável” e criou uma escultura de um golfinho, a partir de lixo marinho, por ser uma das espécies marinhas mais icónicas, despertando assim a atenção de ainda mais portugueses para a reciclagem.

 

 

 

A peça pode ser visitada, de forma gratuita, na Loja Capital Verde Europeia 2020, na Praça do Município, em Lisboa, de 2ª a 6ª feira, entre as 9h e as 18h, até dia 31 de dezembro. Após esta data, a peça entrará em digressão por vários espaços em todo o país.

 

 

“Foi com muito orgulho que aceitei o convite para fazer esta peça no âmbito da campanha "O Futuro do Planeta Não é Reciclável". O objetivo é fazer-nos pensar nos nossos comportamento enquanto habitantes deste planeta”, refere Xico Gaivota.

 

Com aproximadamente 2,5 m de altura e cerca de 150 kg, esta obra foi desenvolvida exclusivamente com fragmentos de lixo não manipulados e sem o uso de quaisquer colas ou tintas durante a sua produção. Todos os materiais que o artista usa nas suas peças são recolhidos pelo próprio em praias não concessionadas da costa portuguesa.

 


Xico Gaivota é habitualmente reconhecido pelas suas intervenções para a consciencialização e sensibilização global sobre o lixo existente no mar. Há vários anos que percorre quilómetros pelas praias nacionais, de norte a sul, recolhendo plásticos e outros materiais que se tornam na matéria-prima para as suas criações originais, onde a temática dos animais marinhos é constante.

 

A obra desenvolvida integra assim a campanha “O Futuro do Planeta não é Reciclável, que mostra o que acontece aos resíduos depois de separados nos ecopontos e tem como objetivo provocar a consciência dos portugueses, levando-os a adotarem comportamentos ambientais adequados, no sentido de proteger o planeta. O processo é simples: reduzir, reutilizar e reciclar.

 

Lançada este mês pelas concessionárias EGF - Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor e Valorsul -, grupo líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, esta é a maior campanha de sensibilização ambiental alguma vez desenvolvida em Portugal com fundos europeus e tem um investimento de cerca de um milhão de euros.

 

Veja aqui o making of de criação da peça:

 

 


Mais informações sobre o artista em: www.xicogaivota.com

Mais informações sobre a campanha em: www.egf.pt/o-futuro-do-planeta-nao-e-reciclavel/

 

Ficha Técnica

Peça: Golfinho a Saltar Fora de Água

Horário: 2ª a 6ª feira, das 09:00 às 18:00h

Local: Praça do Município, 
Loja Capital Verde Europeia 2020, Lisboa

Data: Até 31 de dezembro de 2020

Reciclagem Cresce 26% Face a 2019 2020

A Suldouro, empresa concessionária da EGF, responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos urbanos dos Municípios de Santa Maria da Feira e de Vila Nova de Gaia, registou no primeiro semestre de 2020 um aumento na recolha seletiva de 26% face ao período homologo de 2019.

Este crescimento deveu-se ao investimento integrado numa candidatura financiada pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR) que a Suldouro fez na recolha seletiva multimaterial de resíduos de embalagem, através da aquisição de viaturas e contentores remodelação e modernização de infraestruturas e em campanhas de sensibilização junto da população, que se traduziram numa participação efetiva e crescente dos cidadãos aos hábitos de reciclar.

Nos municípios de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, a recolha seletiva por material, registou um aumento de 35% no plástico/metal, 30% no papel/cartão e 17% no vidro.

A Suldouro agradece o contributo de toda a população para a obtenção dos resultados alcançados e garantimos o nosso empenho para em conjunto alcançarmos as ambiciosas metas da reciclagem.

Chegou o Recycle BinGo 2! 05 Junho 2020

Este Dia Mundial do Ambiente promete ser muito divertido com o retorno do seu jogo favorito. 

Chegou à Lixeira 2!

 

Depois do sucesso da primeira versão do jogo mais amigo do planeta, é que surge a versão 2.0, melhorada e com mais funcionalidades.

 

Nesta nova versão, você pode aprender na Ecopédia, uma enciclopédia ecológica que vai aprender tudo sobre reciclagem; conheça a família Recycle BinGo, cheio de novos bichinhos que se tornarão seus amigos, jogar minijogos para entreteres e maravilhar-te como novas funcionalidades do aplicativo em realidade aumentada.

 

O Recycle BinGo funciona como um jogo, o que torna a experiência de reciclagem muito mais divertida e compensadora! A missão principal é fazer uma visita ao nosso ecoponto habitual. Através da localização geográfica ou do nosso smartphone, sabemos que estamos perto dele.

 

Ao fazer o check-in, desbloqueie um conjunto de bichinhos simpáticos, os EcoGifts, com os quais vamos preencher os nossos cartões BinGo. Cada vez que um cartão ganha ganha EcoMoedas - que pode trocar por prêmios fantásticos, como bilhetes de cinema, valores de desconto e muito mais.

 

               

O que é?

        

Reciclar BinGo é uma aplicação móvel do EGF que teve a primeira versão financiada pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente, cujo objetivo é divertir e educar como famílias portuguesas no torno da temática da Reciclagem, oferecendo prêmios a quem mais recebe.

 

O Recycle BinGo 2 está acessível em todas as áreas concedidas pelo Grupo EGF e está disponível na AppStore e no GooglePlay.

     
Não vais querer perder esta aventura.

 

Contém conteúdo, conteúdo para o BinGo e ajuda-nos a espalhar ou bichinho da reciclagem!

               

Sabe tudo sobre este jogo super sustentável em Lixeira e no Facebook .   

 

 

 

 

 

Sensibilização ON LINE _

PROGRAMA ECOVALOR PROMOVE BOAS PRÁTICAS JUNTO DOS MAIS JOVENS

Com a suspensão das atividades presenciais nas escolas devido à pandemia por Covid-19, a EGF lançou o Programa Ecovalor online, em substituição das iniciativas presenciais nas escolas. Para disponibilizar mais apoio aos professores e educadores, o programa está a promover ações de sensibilização ambiental por videoconferência e dedicadas ao tema dos resíduos urbanos, reciclagem e aos impactos da gestão de resíduos nas nossas vidas.

Asseguradas por monitores de educação ambiental, as ações de sensibilização Ecovalor estão adaptadas aos vários níveis de ensino básico e ensino secundário e a toda a comunidade escolar, e implicam a participação nas plataformas digitais de cada escola ou instituição.

Para participar no Ecovalor, só necessita de contactar a Suldouro ou enviar um email para: ecovalor@egf.pt

Para mais informação sobre o Programa Ecovalor, consultar: https://bit.ly/2Z3IYXY

Monos: Agora Não _

A SULDOURO apela a toda a população para que, em plena pandemia, evite a solicitação da recolha de monos: colchões, sofás, outros materiais que não cabem nos contentores. 

Em plena pandemia, a recolha destes materiais não é prioritária.
Estamos a fazer um esforço considerável para manter o serviço essencial.
Ajude-nos também nesta tarefa: aguarde pelo fim desta fase para se livrar dos seus monos.

Agradecemos, desde já, a forte colaboração dos nossos municípios e dos nossos munícipes.

COVID-19 | Regras do Lixo 30 Março 2020

Enfrentar a evolução da infração pelo COVID-19 em Portugal, um alerta de emergência para cinco regras de lixo orgânico com um lixo doméstico que faz em casa e precisa de uma atenção especial em fase de pandemia. Este alerta decorre da necessidade urgente de melhorar os indivíduos que influenciam o serviço de coleta e tratamento de resíduos urbanos, garantidos todos os dias por empresas e municípios.

5 REGRAS DO LIXO

  1. Máscaras, luvas e lenços não são recicláveis, devem ser SEMPRE usados ​​no lixo comum.

Estes materiais estão aparecendo, em grandes quantidades, nos ecopontos, indo parar nas linhas de triagem. Para além de não serem recicláveis, podem estar contaminados.

 

  1. Lixo contaminado não é reciclável, pode ser SEMPRE colocado no lixo comum.

Esta regra aplica-se a todas as pessoas infectadas com COVID-19 ou que encontrem-se em quarentena pela mesma suspeita. Qualquer pessoa nessas condições, deve ter o seu lixo colocado em dois sacos, um dentro do outro, bem fechado. Estes sacos não devem estar cheios nem compactados - apenas têm de estar bem fechados e ser depositados dentro do contentor de lixo comum.

 

  1. NUNCA deixar sacos de lixo no chão, colocar dentro do contentor.

Se o contentor estiver cheio, deve ser utilizado quando estiver disponível ou utilizar-se o contentor mais próximo. Se a recolha habitual for feita com sacos, devem ser seguidas as instruções do município ou freguesia.

 

  1. Não colocar monos/monstros para recolha em fase de pandemia

Em fase de pandemia este serviço não é prioritário, as empresas e os municípios estão a fazer um esforço considerável para manter o serviço público essencial à população. Mesmo que faça arrumações em casa, deve se aguardar pelo fim desta fase e apenas colocar estes materiais (colchões, sofás e outros materiais que não cabem nos contentores) quando o serviço estiver disponível.

 

  1. Ficar em casa e manter a higiene

Ficar em casa, manter a higienização dos caixotes/zonas do lixo, proteger sempre as mãos e lavá-las após estas operações durante, pelo menos, 20 segundos. Com estas atitudes consegue-se prevenir a infeção, protegendo inclusive os trabalhadores que asseguram o serviço de recolha e tratamento de resíduos todos os dias.

 

Os trabalhadores do setor da recolha e tratamento de resíduos continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas, através da recolha seletiva, e a garantir o tratamento dos nossos resíduos. A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações à recolha que o seu município e a Resiestrela poderão ter de fazer.

 

 

 

Recolha de Ecopontos _

PARA A PREVENÇÃO DO COVID-19

Recolha de Resíduos e Higienização de ecopontos

A Suldouro, em tempo de pandemia e consciente do serviço público importante e fundamental que assegura, continua a garantir a recolha dos resíduos recicláveis colocados nos ecopontos dos municípios de Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira.


Para garantir uma maior segurança dos cidadãos, foi reforçada a higienização dos ecopontos, com um aumento dos colaboradores e equipamentos afetos a esta tarefa, já em curso há vários dias, como medida preventiva e de contenção da pandemia.


Para o sucesso das várias operações e iniciativas, é fundamental o contributo da população, nomeadamente para que resíduos como máscaras, luvas e lenços sejam sempre colocados dentro de sacos devidamente fechados e, depositados no lixo comum.


A Suldouro está fortemente empenhada em contribuir para garantir as condições de salubridade necessárias ao combate a esta pandemia.

Higienização e Desinfeção _

PREVENÇÃO DO COVID-19

HIGIENIZAÇÃO E DESINFEÇÃO DE ECOPONTOS

Durante o combate à pandemia e conscientes da importância de garantir as condições de salubridade nos ecopontos colocados na via pública, a Suldouro reforçou a operação de higienização e desinfeção de todos os ecopontos da área geográfica.

A realização deste trabalho prosseguirá nas próximas semanas como medida de contenção da pandemia da Covid19.

Os trabalhadores da Suldouro continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas, através da recolha seletiva, e a garantir o tratamento dos nossos resíduos. A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações à recolha que o seu município e a Suldouro poderão ter de fazer.

Recomendações COVID-19 _

COMUNICADO

A Suldouro acompanha, atentamente, a crise do COVID-19, e já tem ativo o Plano de Contingência, de forma a prevenir ou mitigar os efeitos que a propagação generalizada do vírus poderá ter na prestação do serviço público, observando todas as recomendações da Direção Geral da Saúde.

Estas são informações e cuidados essenciais que todos deveremos ter para proteção própria e da comunidade.